sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Tráfego aéreo internacional cresceu 8,2 % em 2010

Em 2010 a procura cresceu acima da oferta, elevando em 2,7 pontos a taxa de ocupação média global, para 78,4 %, segundo a Associação Internacional de Companhias Aéreas, IATA, que alerta, no entanto, para uma margem de lucro “patética” na indústria, de 2,7 %.

Os resultados positivos de 2010 levam o CEO da IATA, Giovanni Bisignani, a congratular-se e destacar o facto de a indústria ter terminado o ano já níveis de tráfego superiores aos de 2008 antes da crise.

“Depois do maior declínio de procura da aviação em 2009, as pessoas voltaram a trabalhar e a fazer negócios em 2010”. Mas a margem de lucro das companhias é pequena, e Bisignani diz que “o desafio é transformar a procura em lucros sustentáveis”.

Por regiões, o maior crescimento em 2010 foi o das companhias aéreas da região Ásia-Pacífico, cujo tráfego aumentou 9 %, com a China e a Índia em destaque. Na Europa o crescimento foi de 5,1 %, ou seja, o dobro do crescimento da oferta (2,6 %), apesar dos muitos problemas climáticos, e não só, que afectaram as companhias europeias em vários meses de 2010.

Nos estados Unidos o crescimento foi de 7,4 %, novamente acima do aumento de oferta, que foi de 3,9 %. No Médio Oriente registou-se o maior crescimento de tráfego, 17,8% (com um volume total bastante menor que as restantes regiões), enquanto a América Latina viu o tráfego crescer 8,2 %, e África 12,9 %.

Ponto importante, destacado pela IATA, é que em todas as regiões o tráfego esteve acima de 2008, antes das quebras de 2009.

Fonte: Turisver

Sem comentários:

Enviar um comentário