terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Concorrência internacional "obriga" Airbus a fazer um A320, mais económico

O construtor aeronáutico europeu Airbus, decidiu finalmente propor uma nova motorização para o seu avião A320, muito mais económica em termos de consumo de combustível.

Esta decisão visa dar um novo fôlego às vendas deste aparelho de médio curso, que estão a ser ameaçadas devido ao aparecimento no mercado internacional de novos concorrentes.

Depois de vários meses de hesitações, a Airbus vai produzir, a partir da Primavera Europeia de 2016, uma nova versão do avião, o A320 NEO (New Engine Option), que promete uma redução de 15% no consumo de jet fuel.

Para o efeito, o consórcio europeu vai investir um milhão de euros no projecto, o que não representa um grande esforço uma vez que o lançamento de um novo avião custa cerca de dez milhões de euros em investigação e desenvolvimento.

As previsões apontam para vendas de 4000 aviões deste modelo num prazo de 15 anos.

A nova versão também terá "nadadeiras" verticais (winglet) nas extremidades das asas, que contribuem para a redução do consumo.

O aparelho terá um preço ligeiramente superior à versão actual, que é actualmente vendido por 81 milhões de dólares (62,3 milhões de euros), de acordo com a tabela de catálogo.


Sem comentários:

Enviar um comentário