sábado, 25 de julho de 2009

United Breaks Guitars

Um músico canadiano que teve o seu violão danificado durante um vôo nos Estados Unidos transformou-se no novo hit da internet. Quase 4 milhões de pessoas já viram no YouTube um videoclipe que ele gravou com uma reclamação musicada contra a companhia aérea.

O sucesso do vídeo fez com que a United Airlines, que inicialmente se havia recusado a indemnizar o músico, revisse a sua posição.

O vídeo do músico Dave Carroll, intitulado United Breaks Guitars, foi postado no começo de Julho no Youtube, e transformou-se em mais um hit naquela rede social .

O incidente ao qual Carroll se referia ocorreu em Março de 2008, durante uma escala em Chicago, num vôo de Halifax, no Canadá, a Nebraska, nos Estados Unidos, onde ele se apresentaria com sua banda de folk-rock, os "Sons of Maxwell".

Segundo o músico, o conserto de seu violão partido durante o transporte custou 1.400 dólares canadianos, importância que a United, inicialmente se recusou a pagar.

Após meses tentando, sem resultados, uma compensação da companhia, Carroll, de 41 anos, resolveu colocar o videoclipe com a reclamação no YouTube.

“Vocês partiram, deveriam consertar. Vocês são os responsáveis, admitam. Eu devia ter voado com outra companhia ou ter ido de carro, porque a United parte violões”, diz ele na música.

Numa cena do clipe, actores representando carregadores de bagagem divertem-se entre eles, atirando, sem cuidado, a caixa de violão, que cai no chão, enquanto Carroll e outros passageiros veem a cena das janelas do avião.

Com o sucesso do vídeo no YouTube, Carroll foi convidado para entrevistas em várias partes do mundo, incluindo o Oprah Winfrey Show, um dos programas de maior audiência da TV americana.

O caso também trouxe benefícios para o músico. A canção "United Breaks Guitars", é actualmente a 20ª mais vendida na lista do iTunes no Canadá, e as vendas dos CDs da banda "Sons of Maxwell" também subiram.

Além disso, a fabricante do violão danificado ofereceu a Carroll um novo instrumento para ser usado nas suas actuações.

Carroll disse à BBC que quando o seu vídeo no YouTube começou a fazer sucesso, a United escreveu-lhe uma carta, sugerindo que o compensaria pelo violão destruido mas ele diz ter negado e pedido à companhia que doasse o dinheiro a instituições de caridade.

O músico diz que na sua correspondência com a companhia, prometeu compor três músicas sobre o incidente. Uma segunda música já estaria pronta e prestes a ser colocada na internet.
Numa carta enviada a uma TV canadiana, a United Airlines disse que está em contacto com o músico e quer rectificar os seus erros.

Um porta-voz da companhia disse ao jornal americano The Los Angeles Times que “o vídeo é excelente” e será usado em cursos internos,destinados a preparar o seu pessoal, no atendimento ao cliente.



Sem comentários:

Enviar um comentário