quarta-feira, 10 de junho de 2009

Tubo de Pitot- breve explicação do seu funcionamento.

Ao lado, a foto do tubo de Pitot colocado na estrutura exterior dos aviões - Autor: AntoniusJ (Wikipédia)

Tubo de Pitot é um instrumento de medida de pressão utilizado para medir a velocidade de fluidos, e mais concretamente a velocidade dos aviões. Deve o seu nome ao físico francês do século XVIII Henri Pitot.

Constituição e Funcionamento

Consiste basicamente num tubo orientado para o fluxo de fluido a medir. Visto que o tubo contém ar pode assim ser medida a pressão necessária para colocar o ar em repouso: a pressão de estagnação, ou pressão total.

A pressão de estagnação só por si não é suficiente para determinar a velocidade do fluido. Todavia, visto que o equação de Bernoulli determina que:

Pressão de estagnação = pressão estática + pressão dinâmica

A pressão dinâmica é a diferença entre a pressão de estagnação e a pressão estática.

A pressão estática, isto é, a que não depende do movimento, pode ser recolhida por detectores adequados ou ser obtida a partir de um tubo que envolve o primeiro no sentido coaxial e possui orifícios laterais perpendiculares ao movimento(este tubo também é chamado tubo de Prandtl).

Os tubos de Pitot colocados nos aviões têm normalmente elementos de aquecimento para evitar que os orifícios fiquem obstruídos com o gelo.

Diagrama do Tubo de Pilot - Autor: AntoniusJ (Wikipédia)

As imagens a seguir exemplificam o funcionamento:

Clique na imagem para ampliá-la - Imagem: O Dia

Clique na imagem para ampliá-la - Imagem: Fórum Alberto Santos-Dumont

Sem comentários:

Enviar um comentário