domingo, 14 de junho de 2009

Beija-flor, voa mais rápido do que um avião caça.

Pesquisador dos EUA disse que esta delicada e minúscula ave, cobre quase 400 vezes o comprimento do seu corpo num segundo, enquanto que o jacto caça, de combate, cobre, apenas, 150 vezes.

Um estudo da Universidade Berkeley, no Estado americano da Califórnia, revelou que o beija-flor macho atinge uma velocidade proporcionalmente "maior do que á dos aviões caça" quando mergulham durante o voo, para impressionar as fêmeas.

O pesquisador americano Christopher Clark usou fêmeas de beija-flor empalhadas, para induzir os pássaros a fazerem uma exibição, que ele registou com câmaras fotográficas especiais para capturar objectos em alta velocidade. As câmaras, capturavam impressionantes imagens, de 500 quadros por segundo.

As aves da espécie conhecida como Anna, que vivem no sudoeste dos Estados Unidos, atingiram velocidades que cobrem um trajecto 383 vezes o comprimento ao do seu corpo em cada segundo.

De acordo com Clark, o espaço percorrido medido, levando-se em conta o comprimento do corpo da ave e a velocidade máxima atingida pelo animal, foi "maior do que a de um avião caça com sua câmara de combustão auxiliar ligada (o que ajuda a aumentar a velocidade) ou do "Shutlle" espacial durante a sua reentrada na atmosfera".

O caça pode chegar a cobrir 150 vezes a medida do seu comprimento num segundo, e o shutlle espacial, 207 vezes.

Mas os caças têm capacidade de acelerar mais e ultrapassar os beija-flores.

Nos últimos estágios de seu mergulho, quando as aves abrem as asas para um voo ascendente, "a aceleração instantânea dos beija-flores é maior do que a de qualquer organismo de que se tenha registado previamente, manobras aéreas", disse Clark.

Atinge essa velocidade sem a ajuda dos poderosos motores dos aviões a jacto, acrescenta.

O especialista diz que o estudo é um exemplo de como tais exibições, realizadas com a intenção de atrair uma parceira para o acasalamento, podem ser observadas para verificar os limites das habilidades dos animais.

O mergulho do beija-flor da espécie Anna é mais veloz do que a do falcão peregrino, cuja velocidade máxima chega a cobrir 200 vezes o comprimento de seu corpo em cada segundo.

O trabalho foi divulgado na revista "Proceedings of the Royal Society B".

Fontes: BBC Brasil via G1 / National Geographic - Foto: Nararé Varela

Sem comentários:

Enviar um comentário