terça-feira, 9 de junho de 2009

Air France - Voo AF 447. Número de corpos resgatados chega a 24.

Os comandos da Marinha e da Aeronáutica confirmaram que mais oito corpos de vítimas do voo AF 447, que se acidentou no Oceano Atlântico no último dia 31 de maio, foram resgatados nesta segunda-feira.No total, até o momento, foram resgatados 24 corpos de vítimas do acidente com o Airbus da Air France, de acordo com os militares brasileiros. Ainda segundo os comandos da Marinha e da Aeronáutica, todos os corpos encontrados estão a ser encaminhados em embarcações brasileiras para o arquipélago de Fernando de Noronha.

Numa entrevista coletiva na noite desta segunda-feira, o tenente coronel Henry Munhoz, da Aeronáutica, e o capitão Giucemar Tabosa, da Marinha, afirmaram que os corpos resgatados nesta segunda-feira foram encontrados a cerca de 440 km a nordeste do arquipélago de São Pedro e São Paulo. A profundidade do mar na aérea onde foram encontrados os cadáveres seria de aproximadamente 3.500 metros.

O resgate dos oito corpos de vítimas foi feito numa operação conjunta das Marinhas do Brasil e da França. Serão encaminhados para Fernando de Noronha, onde serão submetidos a uma preparação pericial, e depois transportados de avião para Recife.
Os outros 16 corpos encontrados durante o final de semana estão a bordo da fragata Constituição, que também está a caminho de Fernando de Noronha.

A prioridade das equipes de buscas brasileiras é encontrar corpos, possíveis sobreviventes e destroços.As buscas pela caixa-preta do Airbus da Air France não são prioridade no momento, de acordo com os militares brasileiros.Segundo eles, um submarino nuclear francês da classe Rubis está a caminho da área para auxiliar nas buscas da caixa-preta.Os destroços recolhidos também serão analisados por autoridades francesas.

Participam nas operações de buscas 14 aeronaves, sendo 12 da Força Aérea Brasileira e duas francesas.Permanecem nas áreas de buscas cinco navios da Marinha do Brasil e uma fragata da Marinha da França. Actualmente, 255 militares da Força Aérea Brasileira e 570 homens da Marinha participam das operações.

De acordo com os militares brasileiros, as operações de buscas continuam, "sem qualquer interrupção, e estão a concentrar-se nos pontos aonde foram localizados os corpos".

O levantamento de focos de destroços continua sendo feito durante a noite pela aeronave R-99, equipada com um radar.

Sem comentários:

Enviar um comentário